Data das Inscrições do Enem 2019

O Ministério da Educação publicou, na edição desta segunda-feira (18) do Diário Oficial da União, o edital com as regras da edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2019. As provas serão realizadas em 24 e 25 de outubro, e as inscrições serão abertas às 10h da próxima segunda-feira, dia 25 de maio.

Veja abaixo os destaques:

DATA DAS INSCRIÇÕES

As inscrições ocorrem entre as 10h de 25 de maio e as 23h59 de 5 de junho. Para quem não conseguir isenção, a inscrição só será confirmada; após o pagamento da taxa de R$ 63 até as 21h59 do dia 10 de junho.

TAXA DE INSCRIÇÃO

Sofreu aumento pela primeira vez em mais de dez anos. Até 2014, o valor era R$ 35. Agora, passa a ser de R$ 63.

ISENTOS DE TAXA

Estudantes da rede pública no último ano do ensino médio estão automaticamente isentos. Além deles, podem obter isenção candidatos que comprovarem carência, segundo as regras do edital.

Segundo o edital, a solicitação de isenção do pagamento da taxa de inscrição somente poderá ser realizada no sistema de inscrição por meio da declaração de carência socioeconômica e durante o período de inscrição.

Os demais candidatos, mesmo que tenham feito ou estejam fazendo o ensino médio integralmente na rede pública, precisarão pagar a taxa. Segundo o ministro, cerca de 30% das provas impressas acabam sem uso por causa das abstenções. Para tentar diminuir as faltas, o MEC afirmou que estudantes liberados do pagamento que não forem aos dois dias de provas vão perder o direito o benefício na próxima edição.

DURAÇÃO DAS PROVAS

No primeiro dia, ciências humanas e ciências da natureza terão 4 horas e meia de duração. No segundo dia, linguagens, matemática e redação terão 5 horas e meia de duração.

HORÁRIOS DAS PROVAS

Portões serão fechados às 13h (horário oficial de Brasília). Mas, dessa vez, as provas só começam 30 minutos depois do fechamento dos portões, ou seja, às 13h30, no horário de Brasília.

SABATISTAS

Os sabatistas no Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima poderão fazer as provas do sábado às 19h do horário local. Nos demais estados, a prova do primeiro dia para os sabatistas começa às 19h do horário de Brasília.

ATENDIMENTO ESPECIALIZADO E ESPECÍFICO

Além das necessidades especiais e atendimentos específicos já contemplados nas edições anteriores (como estudantes cegos ou com baixa visão, surdos, com deficiência física, gestantes e lactantes), o Enem também terá atendimento especializado para quem tem visão monocular e discalculia.

CANDIDATOS E CANDIDATAS TRANS

Pela segunda vez consecutiva, o MEC aceitará que os estudantes travestis e transexuais usem o nome social durante a prova. Para isso, o estudante precisa enviar a cópia do documento de identidade e preencher um formulário específico, incluindo uma foto recente, no sistema de inscrição. O prazo para o envio desses dados acontece entre 15 e 26 de junho.

CARTÃO DE INSCRIÇÃO

Deixará de ser impresso pelo MEC e enviado pelos Correios. Agora, terá que ser baixado ou consultado diretamente através da Página do Participante Enem, opção que já existia no passado. O documento serve para orientação e não precisa ser apresentado no exame.

MEDIDAS DE SEGURANÇA

Não será possível usar o mesmo e-mail para fazer mais de uma inscrição. Além disso, todos os candidatos deverão informar número de telefone (celular ou fixo) válido. Eles também terão que criar uma pergunta e resposta de segurança no login.

O detector de metal será novamente aplicado nos locais de prova. Nos dias de realização do Exame, segundo o edital, o participante poderá ser submetido à revista eletrônica nos locais de provas, a qualquer momento, por meio do uso de detector de metais.

TOTAL DE PARTICIPANTES

Estimativa de mais de 9 milhões de inscritos. No ano passado foram 8,7 milhões, dos quais 6,2 milhões de fato compareceram. O MEC estima que neste ano 850 mil pessoas trabalhem na aplicação da prova, envolvendo quem atua nos locais de prova e quem distribui as provas: Exército, Marinha, Aeronáutica e os funcionários dos Correios.

Educação na Europa

A Europa é um continente bastante grande, cercado por mitos, lendas e histórias. A experiência de estudar no Velho Continente é encantadora – e é, realmente, maravilhosa. Entretanto, há que se levar em conta que existem mais de quatro mil instituições de ensino superior na Europa, desde universidades de investigação de ponta até pequenos institutos politécnicos.

Resultado de imagem para educação

A Europa é também uma vasta região que se estende desde o Círculo Polar Ártico até à costa africana, onde minúsculos principados coexistem com as principais economias mundiais.

Definitivamente, é um destino fascinante, mas que país escolher? Que universidade escolher? O que é necessário fazer antes de partir? O que acontecerá à chegada? Estas são apenas algumas das perguntas que provavelmente já colocou a si mesmo.

O Livro 7 Passos para Ganhar uma Bolsa de Estudos na Europa compilou informações e criou essa página na intenção de disponibilizar essas informações, completamente distintas das que constam no Livro, sobre os 32 países europeus, seus principados, as principais cidades e suas Universidades.

  • Por que estudar na Europa?

A Europa é reconhecida mundialmente como um centro de excelência em aprendizagem. Todos os anos, as universidades europeias destacam-se entre as 100 melhores a nível mundial. E apenas a Europa pode oferecer instalações e oportunidades de investigação de ponta em conjunto com a possibilidade de seguir as pisadas dos mais influentes pensadores do mundo.

  • Qualidade garantida

A Europa está a desenvolver um sistema de garantia da qualidade do ensino superior. Está a ser delineado um processo geral de controlo de qualidade para 2010, altura em que a Europa será um símbolo de garantia da qualidade no ensino superior.

  • Investimento

Estes critérios acadêmicos elevados são alcançados sem necessidade de gastos avultados. Sendo o sector da educação uma das principais prioridades da Europa em matéria de competitividade, as propinas e as despesas diárias são razoáveis.

  • Legado de experiência

A Europa pode gabar-se de muitos séculos de excelência acadêmica. Um rico legado acadêmico baseia-se em muitos acontecimentos marcantes do conhecimento humano e, atualmente, as instituições de ensino superior europeias beneficiam desse legado de experiência.

  • Diversidade

Existem, na Europa, milhares de instituições de ensino superior que oferecem uma grande variedade de programas de estudos. Desde universidades de investigação de prestígio até pequenos institutos politécnicos, certamente que encontrará o que procura.

  • Tradição e inovação

Descubra um continente com uma imensa e profunda riqueza de tradições e uma História tão diversificada quanto os seus muitos povos e paisagens. Ao mesmo tempo, a Europa é um terreno fértil para a investigação e a inovação, berço de recursos de alto nível e cientistas prestigiados que trabalham em domínios que vão desde a medicina às viagens espaciais, da nanotecnologia à investigação polar, das TIC à fusão nuclear.

  • Multiculturalismo

A Europa oferece uma experiência cultural única num ambiente dinâmico e multinacional. Além de obter uma qualificação de prestígio mundial, terá a oportunidade de aprender novas línguas e competências interculturais que são de grande valor para os futuros empregadores e uma vantagem essencial neste mundo em constante mudança.

  • Oportunidade

Estudar na Europa proporciona-lhe uma educação de elevada qualidade que será respeitada em todo o mundo. Além disso, pode beneficiar das várias bolsas de estudo que as universidades europeias oferecem.

  • Abrir portas para o futuro

Os empregadores não só ficarão impressionados com a sua educação como apreciarão igualmente as outras competências que adquiriu. A sua estada na Europa prepará-lo-á para a economia global, desenvolvendo trunfos como autoconfiança, independência e competências multiculturais e linguísticas que o farão destacar-se da concorrência.

  • Competências transferíveis

Muitos países incentivam os melhores estudantes a permanecerem após a conclusão dos estudos. Em alternativa, poderá regressar ao seu país de origem com as novas competências adquiridas e aí utilizá-las. O ensino superior europeu aumentará a sua mobilidade, na Europa e no resto do mundo.

  • Oportunidade para viajar

Sempre quis conhecer a Europa? Estudar no Velho Continente será o pretexto ideal para as suas viagens. Aproveite a oportunidade para visitar as nossas grandes cidades, banhar-se nas nossas belas praias, esquiar nos Alpes ou juntar-se à “fiesta”.

Cursos Gratuitos no Brasil

No Brasil, você pode fazer parte do Pronatec – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Trabalho, esse programa foi criado pelo Governo Federal para que o cidadão possa ter mais oportunidades de estudos e trabalho.

Através desse programa você pode realizar cursos técnicos e profissionalizantes. Aproveite!

Segunda Chamada Vestibular 2019

Algumas universidades públicas já começaram a disponibilizar os resultados da segunda chamada do Vestibular 2019, feito através do SiSU, modelo adotado nos últimos anos para unificar o processo seletivo utilizando a nota do ENEM 2019.

Resultado de imagem para sisu

Segundo os dados do Ministério da Educação, o número de inscritos no SiSU deste ano foi de 1,7 milhão, já superando o número do ano anterior.

Para saber os resultados do SISU, basta acessar o site do MEC, ou o site da faculdade na qual escolheu se inscrever. Ao todo, foram liberadas 127 mil vagas para 101 instituições de ensino.

Além da nota no ENEM 2018, o fator determinante para a aprovação do aluno é a nota de corte do curso escolhido. A nota de corte é a média necessária para aprovação no curso escolhido. Assim, o estudante pode comparar sua nota no ENEM com a média exigida e averiguar quais são as chances de entrar na universidade.

Depois de realizar a inscrição, você pode acessar o site e conferir o Resultado Sisu 2019.

Na maior parte das universidades, o prazo para apresentar a documentação necessária vai de 11 a 14 de abril. Em outras, o período apresentação vai de 11 a 14 de março. O candidato deve estar atento ao cronograma de sua universidade.

 

Como Ganhar Bolsa de Estudo

Se você deseja terminar ou iniciar o seu ensino, seja o ensino básico ou a pós-graduação, e não tem condições de pagar seu curso, existe o programa Educa Mais Brasil, que disponibiliza bolsas de estudos para os estudantes.

Para participar desse programa, você deve realizar a inscrição e aguardar ser aprovado ou não. Para determinar a aprovação ou não, se avalia a condição financeira do estudante. Após ser aprovado, você deverá pagar 10% do valor da taxa de inscrição.

Se a bolsa concedida for menos de 100%, o estudante deverá pagar o restante do valor de forma correta. Lembrando que se o aluno desistir do curso e trancar a matrícula, o mesmo irá perder o benefício e para retornar, será preciso entrar em contato com o programa.

Depois de ser aceito você terá acesso ao Portal do Aluno Educa Mais Brasil, o qual é disponibilizado para o estudante acompanhar a situação da sua bolsa, as possíveis pendências, documentação, pagamentos, entre outras coisas.

Aproveita a oportunidade de iniciar seus estudos com um valor reduzido e se inscreve no Educa +!

 

 

Aposentadoria por tempo de contribuição

A aposentadoria por tempo de contribuição é direito do trabalhador que completar 30 anos de trabalho com contribuição, portanto, é preciso comprovar que o homem teve o total de 35 anos de contribuição, e 30 anos de contribuição, se mulher.

Regra geral (tempo de contribuição completo)

  • 35 anos de contribuição (homem).
  • 30 anos de contribuição (mulher).
  • 180 meses efetivamente trabalhados, para efeito de carência.

Regra transitória (tempo de contribuição proporcional)

  • Idade mínima de 48 anos (mulher) e 53 anos (homem).
  • Tempo total de contribuição.
  • 25 anos de contribuição + adicional (mulher).
  • 30 anos de contribuição + adicional (homem).
  • 180 meses trabalhados para efeito de carência.

Regras da Fórmula 85/95 para aposentadoria

Ao aposentar o segurado terá que fazer o cálculo levando em consideração o número de pontos alcançados somando a idade e o tempo de contribuição do segurado da Regra 85/95 Progressiva.

  • Consulte a Tabela INSS 2019

Com os pontos alcançados será possível ter o benefício integral, sem aplicar o fator previdenciário. Através desta progressiva é possível chegar aos pontos para obter a aposentadoria conforme a expectativa.

Diante disso, até dezembro 2016 para aposentar com tempo de contribuição sem incidência do fator, o segurado terá de somar 85 pontos, se mulher, e 95 pontos, se homem. Já em 2017 será utilizado o fator previdenciário, a soma da idade e do tempo de contribuição terá de ser 86, se mulher, e 96, se homem, sendo assim, isto foi escalado até 2022 quando a soma para as mulheres deve chegar em 90 pontos e 100 para os homens.

Aprenda mais sobre o SALWEB

De qualquer forma é preciso frisar que para ter direito à aposentadoria por tempo de contribuição, os segurados da Previdência Social precisam ter 30 anos de contribuição, no caso das mulheres, e 35 anos, no caso dos homens, pois esta regra é somente uma opção de cálculo, que permite afastar a aplicação do Fator Previdenciário. Diante disso, caso ela deseja aposentar antes de completar a soma dos pontos, ela poderá, mas deve haver aplicação do fator previdenciário e como consequência redução no valor do benefício.

Documentos necessários

Deve apresentar um documento de identificação com foto e o número do CPF. Documentos relacionados aos períodos trabalhados, tais como Carteira de Trabalho, Carnês de Contribuição.

Dúvidas

Em caso de dúvidas, ligue para a Central de Atendimento do INSS 2019 pelo telefone 135. O serviço está disponível de segunda a sábado das 7h às 22h (horário de Brasília). O atendimento da Previdência Social é simples, gratuito e dispensa intermediários.

Isenção e Redução da Taxa de Inscrição do Vestibular

Para quem deseja prestar vestibular para uma boa faculdade, mas não possui condições financeiras tão favoráveis, anime-se! O Vestibular CEDERJ 2019 continua com suas inscrições abertas para aqueles que não têm condições de arcar com a taxa de inscrição.

A solicitação de isenção total ou redução da taxa de inscrição para o vestibular pode ser realizada através do site www.CEDERJ.br. A inscrição teve início em 10 de junho de 2018 e finaliza-se em 02 de agosto de 2018, por isso, aos atrasados, ainda dá tempo.

Para solicitar a isenção ou redução da taxa de inscrição, é necessário que o candidato se enquadre ao perfil exigido. Entre as exigências feitas aos candidatos estão: ter cursado o ensino médio em escola pública e possuir renda familiar inferior ao estipulado pela Superintendência de Assistência Social da Universidade de São Paulo (SAS/USP).

Para conferir mais informações, acesse o site da CEDERJ. Boa sorte!

Vestibular CEDERJ 2019 Provas no próximo domingo

No próximo dia 24 será realizada a prova da primeira fase para o vestibular 2019. Ao todo são cento e trinta e quatro escolas participantes sendo que sessenta e oito delas estão localizadas na região metropolitana de São Paulo e sessenta e seis são do interior.

No total foi registrado um número de 172.037 inscritos, que foi considerado um recorde onde ultrapassou o ano de 2006 que tinha a marca de 170,4 mil inscritos. Às treze horas em ponto as provas terão início e como de costume, nem mesmo um simples atraso de apenas um minuto não será tolerado.

É necessário que os inscritos se certifiquem do local exato da prova e compareçam um dia antes – se possível – para checar a lista disponível com as informações importantes e outros detalhes para evitar possíveis contratempos que possam causar a triste eliminação da prova.

Os candidatos terão cinco horas (exatas) para responder as noventa questões e esse tempo não haverá adicional. O gabarito será divulgado a partir das 19:30 horário de Brasília. Aparelhos celulares não são bem-vindos mesmo que eles sejam desligados já que nãos era permitido manipular qualquer dispositivo de comunicação ou entretenimento em qualquer área do prédio.

É imprescindível portar caneta esferográfica somente nas cores Azul ou Preta, um bom lápis nro 2 e a borracha preferencialmente lisa (com o mínimo de informações contida, como logotipos ou outros por exemplo). No dia 16 de dezembro será feita a divulgação do resultado da primeira fase no site da CEDERJ e nos dias 5, 6 e 7 de Janeiro serão realizadas as provas da segunda fase.

As disciplinas como sempre são: português (com foco na redação), matemática (conhecimentos gerais de segundo grau), física (conteúdo considerado básico), química, biologia, história, geografia e inglês (nível básico) além de outras categorias como atualidades em geral. Os portões terão abertura a partir das 12:30 hs.

Saiba como pagar o Imposto no RS

O Governo do Estado do Rio Grande do Sul está daqui a pouco a alastrar, dessa maneira como realizar todos os anos, a tabela de pagamento IPVA 2019 RS. E com isto milhares de motoristas e proprietários de veículos automotores já estão se preparando para corporificar o pagamento dos tributos relativos a aquisição de um automóvel.

Porém, é fundamental constantemente destacar que deixar de pagar o imposto conseguirá acabar em uma série de resultados legais para o amo. Deixar de pagar o IPVA RS impedirá que o condutor realize a alíquota de afastamento anual, o que implicará no impedimento de andar com este veículo sem correr o perigo de sentir multas ou, até inclusive, despossar pontos na carteira.

Para aclarar todas as suas possíveis dúvidas sobre o IPVA 2019 Rio Grande do Sul, separamos uma série de informações essenciais a respeito desse imposto. Continue lendo para entender mais!

Detran IPVA Rio Grande do Sul 2019

O Imposto sobre a Casa de Veículos Automotores é um imposto estadual cobrado pelo Quantidade Executivo, belzebu seu único propósito é reforçar a armazém estadual. A arrecadação do vencimento IPVA RS incide sob todos aqueles que possuírem em seu nome a repartição de um veículo automotor de via mundano, tais como carros, motos, caminhões, ônibus etc.

A cadastro IPVA RS é conhecido pelo próprio governo e por meio dele é possível entender o dia a para pagar a calote de acordo com o algarismo da chapa do veículo consultado. Acusando, além das datas, os dias relativos a maneira de pagamento escolhida. Uma vez que é possível pagar uma apenas vez, por armadura única, ou parcelando em até 3 vezes sem interesses.

Deixar de pagar o imposto implicará em uma série de resultados para o condutor. Por isto é bastante fundamental entender corporificar a consulta IPVA 2019 RS – coisa que ensinaremos no argumento a seguir. Confira:

Por meio do site do Seção Estadual de Abertura do Estado do Rio Grande do Sul é possível conquistar uma série de informações essenciais a respeito de um veículo registrado no Detran RS. Se este for o seu caso, saiba que as únicas coisas que serão necessárias para corporificar a consulta vai ser ter em mãos os documentos do veículo a ser consultado e ter acesso a a internet.

Com tudo isto ajeitado, confira as dicas que separamos a seguir para você corporificar a consulta sem maiores dificuldades:

A cadastro IPVA é uma ferramenta a que lugar o condutor conseguirá examinar em que data conseguirá corporificar o pagamento. A partir das informações divulgadas no cadastro, será possível entender no momento em que deverá ser acertado e como será a divulgação do pagamento dividido.

Governo abre consulta a benefícios sociais

Um dos programas mais recorridos pelas famílias brasileiras é o bolsa família 2019. Esse programa tem como objetivo auxiliar as famílias carentes de todo o Brasil, assegurando o acesso a serviços básico, como saúde, educação, alimentação e assistência social.

Com o esse programa criado pelo governo, irá de certa forma dar a oportunidade para as famílias carentes melhorarem sua renda mensal. O bolsa família é o principal programa social que realmente é responsável pela redução do índice de miséria no Brasil.

Podem se cadastrar no Programa, as famílias com renda mensal per capita de até R$140,00 devem procurar a prefeitura de seu município e informar seus dados no Cadastro Único dos Programas Sociais (CadÚnico), de forma a ficarem aptas para inclusão no Programa Bolsa Família. O benefício é liberado de forma impessoal, por um processo de seleção da Caixa Econômica Federal. A prioridade do programa são as famílias de menor renda.

Se você já é beneficiário do bolsa família, a consulta do benefício ficou mais rápida e fácil. Tanto para aqueles que esperam o benefício ou para aqueles que querem conferir se o dinheiro já está na conta, é muito fácil tirar essas dúvidas. Para realizar a consulta bolsa família 2013 basta acesse o site da Caixa Econômica Federal, no endereço: www.beneficiossociais.caixa.gov.br/consulta-bolsa-familia.

Contribuinte pergunta: Como declarar o Imposto de Renda retido na fonte?

Realizar a sua declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte é uma obrigação tributária com a qual todos nessa situação devem cumprir. A sua declaração será o momento em que será comprovado o seu o Imposto de Renda Retido na Fonte do período, e os seus rendimentos através dos ganhos obtidos no ano.

Muitas dúvidas surgem quanto a declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte, por esse motivo preparamos as informações que te ajudaram a realizar esse procedimento com mais facilidade. Confira também outras dúvidas sobre o Imposto de Renda Pessoa Física 2018.

Tudo sobre o Imposto de Renda
Tudo sobre o Imposto de Renda

Imposto de Renda Retido na Fonte

Conhecido como DIRF o Imposto de Renda Retido na Fonte é a declaração feita pela fonte pagadora (Pessoa Física e Jurídica) para informar a Secretaria da Receita Federal do Brasil os seguintes dados do ano corrente:

  • Rendimentos pagos a pessoas físicas domiciliadas no País;
  • Valor do imposto sobre a renda e contribuições retidos na fonte, dos rendimentos pagos ou creditados para seus beneficiários;
  • O pagamento, crédito, entrega, emprego ou remessa a residentes ou domiciliados no exterior;
  • Os pagamentos a plano de assistência à saúde – coletivo empresarial.

Imposto de Renda Retido na Fonte – Prazo para entrega

O prazo final para que seja entregue a sua declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte referente ao ano de 2015 é o dia 29 de Fevereiro de 2018 às 23:59 no horário de Brasília.

Segundo o portal tributário da Receita Federal os casos de extinção decorrente de liquidação, incorporação, fusão ou cisão total ocorrida no ano-calendário de 2018, a pessoa jurídica extinta deverá apresentar a DIRF 2018 relativa ao ano-calendário de 2018 até o último dia útil do mês subsequente ao da ocorrência do evento, exceto se o evento ocorrer no mês de janeiro de 2018, caso em que a Dirf 2018 poderá ser apresentada até o último dia útil do mês de março de 2018.

Imposto de Renda Retido na Fonte – Como declarar

A declaração do IRRF 2018 retido na Fonte é realizada através do programa gerador próprio, que é um sistema disponibilizado no site da Receita Federal do Brasil.

O processo de declaração é bem simples de se realizar, e o que você precisa fazer inicialmente e o download do programa no endereço http://www.receita.fazenda.gov.br/

Após instalar o programa você irá preencher as informações solicitadas relativas à retenção do imposto de renda e então irá envia-las via Receitanet.

Imposto de Renda Retido na Fonte – Atraso

Para aqueles que não realizarem a declaração se deve aplicar a Instrução Normativa SRF de número 197, que define a aplicação de penalidades para a não entrega da DIRF ou para o envio de dados que estejam incorretos ou omitidos na declaração.

A multa estipulada é de 2% por mês ou uma fração de atraso da entrega sobre o montante de imposto de renda informado na declaração, limitado a 20%.

Temporada do Leão: preparado para o IR 2018?

Não tem como escapar do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física), fazer a declaração é obrigatório para todo cidadão brasileiro que se enquadra na regra de valor estipulado. O processo de Consulta ao IRPF 2018 é bem simples de ser feito, é para que você que ainda não conhece como realizar preparamos um post que vai te esclarecer dúvidas sobre o Imposto de Renda de Pessoa Física e o Consulta ao IRPF 2018.

Preparado para o IR 2018
Preparado para o IR 2018

Consulta ao IRPF 2018

Todo o processo de Consulta ao IRPF 2018 pode ser feito pela internet, dessa maneira você pode realizar sua consulta ai mesmo da sua casa de uma maneira mais rápida e simples. Aproveite para conferir também a IRPF 2018 Tabela!

CONSULTA AO IRPF 2018

Ao longo do ano o trabalhador tem descontado do seu salário impostos e tributos que são destinados ao governo do país. Todos os anos esse trabalhador deve declarar o IRPF que posteriormente através de um cálculo para verificar se o trabalhador teve descontado um valor a mais do que deveria passa a ter o seu direito de receber de volta o reembolso dessa diferença de valor.

CONSULTA AO IRPF 2018 – COMO CONSULTAR

Se você deseja saber como o IRFP 2018 consultar veja as informações que preparamos para te ajudar.

Se você deseja saber como consultar o IRPF 2018 o primeiro passo e acessar o site da Receita Federal, pois ele é o órgão responsável por prestar serviços ligados ao IRPF.

O endereço do site da Receita Federal o qual você precisa acessar é o oficial www.receita.fazenda.gov.br/

Acessando esse endereço você será redirecionado para a página de Consulta de Restituições do IRPF.

Realizar a IRFP 2018 consulta é bem simples, você só precisará inserir o número do seu CPF e repetir o código de segurança que aparece na tela.

Após preencher as informações corretamente clique no botão “Consultar”.

Não se esqueça de declarar seu imposto de renda pessoa física corretamente com informações corretas, pois todas essas informações serão analisadas pela Receita Federal e caso algo esteja irregular você pode ser pego na conhecida malha fina, que traz como consequência multas e até processos judiciais.

Todas as informações de prazos e datas úteis sobre o IRPF 2018 são divulgadas por meio de um calendário, porém o calendário ainda não foi liberado pela Receita Federal.

Em breve a Receita Federal estará liberando a tabela com suas informações atualizadas e você poderá consulta-la por meio do site da Receita Federal no endereço www.receita.fazenda.gov.br/. Não deixe de ficar atento as informações que são atualizadas e divulgadas lá!

É importante lembrar que para realizar o processo de cálculo do IRPF 2018 é preciso aguardar a liberação dos lotes que são feitas pela Receita Federal do Brasil.

As datas de liberação desses lotes são sempre divulgadas no site da Receita e também nos veículos de comunicação como rádio e TV.

Fique atento as datas para que consiga fazer a sua Consulta ao IRPF 2018.