Home Viagens 5 principais pontos turísticos de Paris

5 principais pontos turísticos de Paris

by Logan Nelson

Uma das cidades mais visitadas do mundo, Paris tem uma infinidade de museus, pontos turísticos e monumentos para se visitar. A capital francesa é uma cidade riquíssima em cultura, gastronomia e com possibilidades infinitas de passeios.

Mesmo em uma visita mais longa, é impossível ver tudo que a Cidade Luz tem a oferecer. Com tantas opções, é fácil se perder entre os boulevards e os telhadinhos de zinco. Pensando especialmente em uma passagem curta pela cidade, o que seria indispensável ver numa visita à Paris?

Separamos os cinco principais pontos turísticos, aqueles monumentos que você não pode deixar de ter uma foto no Instagram pra dizer que esteve na cidade. Confira!

Paris - Pontos TurísticosParis - Pontos Turísticos
Conheça 5 pontos turísticos de Paris. | Foto: Montagem/ Pexels

Pontos turísticos de Paris

1) Notre-Dame

notre-dame-paris-pontos-turisticosnotre-dame-paris-pontos-turisticos
Notre-dame é referência em arquitetura gótica. | Foto: Reprodução

Localizada na Île de la Cité, bem no centro da cidade, a Catedral de Notre-Dame de Paris é um dos principais marcos arquitetônicos e culturais da cidade. Considerada uma grande referência de arquitetura gótica, sua construção se iniciou no ano de 1163 e só foi completada quase cem anos depois em 1260. Ela foi saqueada e chegou a servir de depósito durante a Revolução Francesa, e após as Guerras Napoleônicas, ficou em um estado tão lamentável que sua demolição foi cogitada.

Graças à popularidade do romance O Corcunda de Notre Dame, de Victor Hugo, uma campanha popular pedindo a restauração da catedral surgiu e eventualmente teve sucesso, culminando numa grande reforma completada em 1864.

Em 15 de Abril de 2019, um grande incêndio atingiu o telhado da catedral e danificando a estrutura centenária, até derrubando a flecha, a mais alta das torres da edificação. Desde então, não é possível visitar seu interior ou fazer o passeio pelo teto. A reforma e a restauração estão previstas para terminar a tempo das Olimpíadas de 2024. Apesar disso, a Notre-Dame permanece sendo um dos monumentos mais icônicos da cidade e é possível visitar seu exterior.

Como está localizada em uma área central, há várias estações de Metrô próximas. Além da estação Cité, da Linha 4, que fica na própria Île de la Cité, é possível chegar na Notre-Dame pela estação Hôtel de Ville, nas linhas 1 e 11, e Saint-Michel Notre-Dame, também na Linha 4 do Metrô e nas linhas B e C do RER, os trens urbanos que atendem a região metropolitana de Paris. Além da praça em frente à catedral, um bom lugar para fotos é a Ponte Saint Michel, que liga a ilha com o lado sul da cidade, a Rive Gauche.

2) Torre Eiffel, um ponto turístico clássico de Paris

torre eiffel - ponto turístico paristorre eiffel - ponto turístico paris
Torre Eiffel é o ponto turístico mais famoso de Paris. | Foto: Reprodução

Apesar de toda a história da Notre Dame, o mais icônico ponto turístico de Paris é a Torre Eiffel. Retratada em souvenires de todos os tipos, desde chaveiros até roupas, a Dame de Fér recebe mais de 7 milhões de visitantes ao ano, sendo o ponto turístico mais visitado do mundo. Assim, chega a ser irônico que a estrutura de aço era apenas uma atração temporária e que foi amplamente criticada na época de sua construção.

Grupos liderados por artistas e intelectuais da época, como o arquiteto Charles Garnier e o autor Guy de Maupassant, pediram sua demolição, mas a torre sobreviveu e segue até hoje sendo o maior ícone da cidade.

Inaugurada em 1889, a Torre Eiffel foi por 41 anos a edificação mais alta do mundo, perdendo o posto apenas em 1930 com a inauguração do Edifício Chrysler em Nova Iorque no ano de 1930. Há três decks de observação na Torre, o mais alto ficando a 276 metros do chão. É recomendado comprar os ingressos antecipadamente, já que costumam-se formar grandes filas, tanto para comprar ingressos, quanto para acessar o monumento. Os ingressos ficam mais caros para cada nível que se sobe, mas no mais alto se têm uma vista panorâmica incrível de toda Paris e seus arredores.

Para chegar, a estação de Metrô mais próxima é a Trocadéro, ponto de conexão entre as linhas 6 e 9. No caminho entre a estação e a Torre estão os Jardins do Trocadéro, de onde são tiradas muitas das fotos mais comuns do monumento, além de um famoso carrossel. Não deixe também de conferir o Champ de Mars do outro lado e, se o clima permitir, aproveitar e fazer um piquenique no gramado.

3) Arco do Triunfo

arco do triunfoarco do triunfo
O Arco do Trunfo foi construído por ordem de Napoleão I. | Foto: Reprodução

Construído por ordem do Imperador Napoleão I para comemorar a vitória do Exército Francês sobre as forças russas e austríacas na Batalha de Austerlitz, o Arc de Triomphe de l’Etoile (literalmente “O Arco do Triunfo da Estrela”) homenageia os soldados que lutaram e morreram pela França durante as Guerras Revolucionárias Francesas e as Guerras Napoleônicas, além de conter o Túmulo do Soldado Desconhecido, homenagem aos mortos na Primeira Guerra Mundial, em sua base.

O próprio imperador nunca viu a obra ser completada e morreu no exílio em 1840, quatro anos após o término da construção em 1836, mas seu corpo passou pelo arco durante seu cortejo fúnebre.

O monumento foi construído inspirado nos arcos triunfais da arquitetura romana e contém inscrições e esculturas em todas as suas faces. Além disso, é possível subir até o alto do arco, onde existe uma pequena exposição sobre a construção do arco e de suas esculturas e um deck de observação, com uma vista panorâmica belíssima da cidade.

O Arco do Triunfo fica na Praça Charles de Gaulle, no final da famosa Avenida Champs Elysées, ao lado da saída da Estação Charles de Gaulle-Étoile, das linhas 1, 2 e 6 do Metrô e do RER A. Há um túnel leva da saída do estação próxima à Avenida de Wagram até o Arco. Use ele para chegar no arco ao invés de atravessar as sete faixas de tráfego que formam a imensa rotatória que cerca o monumento.

4) Museu do Louvre

museu do louvremuseu do louvre
O Museu do Louvre também é um dos pontos turísticos mais famosos de Paris. | Foto: Reprodução

Com cerca de 380 mil objetos e 35 mil pinturas em exposição dispostos em mais de 60 mil metros quadrados, o Louvre é o museu mais visitado do mundo. Conhecido por ter em seu acervo obras como a Mona Lisa, a Venus de Milo e a Vitória Alada de Samotrácia, o local já foi um castelo e depois o palácio dos Reis da França, sendo a sede do trono francês até 1682, quando o Rei Luís XIV mudou-se para o Palácio de Versalhes.

Foi durante a Revolução Francesa que se decidiu transformar o antigo palácio oficialmente em um museu. Originalmente sua coleção era de apenas 537 obras, a maioria peças de propriedade real e confiscadas da igreja, mas aos poucos foi crescendo, graças à doações e aquisições por parte do Estado.

No Louvre é possível ver antiguidades do Egito, Oriente Médio, Grécia e Império Romano, além de pinturas, esculturas e objetos decorativos. Também é possível visitar os antigos aposentos reais do Imperador Napoleão III e ver as fundações do antigo castelo medieval no subsolo do museu. Além das exposições, vale a pena contemplar o próprio edifício e a famosa pirâmide de vidro projetada pelo arquiteto chinês I. M. Pei. 

Localizado bem no centro de Paris, na Rue de Rivoli e de frente para o Jardim das Tulherias, há várias opções para se deslocar até lá sendo que a mais recomendada é de metrô, descendo na estação Palais Royal-Musée du Louvre, nas linhas 1 e 7 do Metrô. Se você decidir visitar o museu, não deixe de comprar o ingresso antecipadamente e é recomendado chegar cedo também. As filas para comprar ingressos e entrar no museu costumam demorar mais de duas horas. 

5) Basílica de Sacre Coeur

Basílica de Sacre CoeurBasílica de Sacre Coeur
Basílica de Sacre Coeur foi o local da Comuna de Paris. | Foto: Reprodução

Com uma vista privilegiada de toda a cidade, a Basílica de Sacre Coeur fica localizada na boêmia área de Montmartre. A região é conhecida por ter servido de residência para muitos artistas, como Monet, Picasso, Mondrian e Van Gogh, além de ter sido o local da revolucionária Comuna de Paris, no Século XIX. Foi justamente a comuna e a derrota francesa na Guerra Franco-Prussiana que levaram à construção da igreja. O Bispo de Nantes, Felix Fournier, afirmava que a derrota da França na guerra foi causada pelo declínio moral do país desde a Revolução. Assim, a igreja dedicada ao Sagrado Coração de Cristo foi construída.

A construção terminou em 1914, mas a igreja só foi propriamente dedicada em 1919 por causa da Primeira Guerra Mundial. Ela é notória por seu estilo arquitetônico neobizantino e ainda conta com belos mosaicos e vitrais em seu interior, mas o principal motivo da visita à Sacre Coeur é a vista da cidade. Sua base já conta com uma vista impressionante e, se você quiser uma vista ainda melhor, é possível subir os 300 degraus até o alto da cúpula da basílica, a 83 metros de altura. 

A Sacre Coeur fica próxima a estação Anvers do Metrô parisiense. O jardim que se estende até a base da igreja conta com uma subida não muito íngreme, mas há um bonde funicular que leva até o topo pelo mesmo preço de uma passagem de transporte público.

Aqui estão listados apenas cinco entre as incontáveis opções de passeios que existem em Paris. Você pode encontrar muitas outras a poucos metros de distância de todas delas, além de sempre haverem restaurantes, bares e padarias por perto para descansar e comer tudo que existe de bom na gastronomia francesa, ou até mesmo sentar no gramado ou no banco de um parque próximo e tomar uma taça de vinho enquanto aproveita a vista.

_____________________________________
Por Alexandre Aimbiré – Fala! USP

Related Posts