Home Geral Americana é agredida, acorda após dois anos em coma e aponta irmão com autor do ataque

Americana é agredida, acorda após dois anos em coma e aponta irmão com autor do ataque

by Logan Nelson

Resumindo a Notícia

A polícia do Condado de Jackson, na Virgínia Ocidental, Estados Unidos, anunciou a prisão de um homem acusado pela irmã de agressão. Wanda Palmer denunciou Daniel Palmer dois anos após o crime, quando acordou do coma.

Desde 2020, Wanda estava internada em um hospital na cidade de New Martinsville. Segundo o site americano NBC News, a vítima foi agredida em casa e “abandonada para morrer”. O xerife do Condado de Jackson, Ross Mellinger, disse que a mulher parecia morta quando foi encontrada.

O portal Metro News informou que, apesar do longo período em coma e dos traumatismos que Wanda sofreu na cabeça, ela era capaz de conversar com a polícia e dar o testemunho essencial para o desfecho do caso.

“As chaves para tudo estavam com a própria vítima, e, com ela incapaz de se comunicar, fomos deixados sem nada. Dois anos depois e ‘boom’, ela está acordada e capaz de nos dizer exatamente o que aconteceu”, declarou Mellinger ao Metro News.

Ainda segundo o xerife do Condado de Jackson, Daniel não ofereceu resistência no momento da prisão. O autor do crime, de acordo com Mellinger, também não se mostrou surpreso com a ação da polícia.

Related Posts