Home Geral Após renúncia, Johnson pode ficar sem lugar para celebrar casamento

Após renúncia, Johnson pode ficar sem lugar para celebrar casamento

by Logan Nelson

Resumindo a Notícia

Após a polêmica e luxuosa reforma de seu apartamento oficial em Downing Street, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson e sua esposa, Carrie, correm o risco de ficar sem casa e ter que encontrar um novo local para sua festa de casamento.

O casal fez uma cerimônia pequena em Downing Street em maio de 2021, devido às restrições sanitárias. Superada a pandemia, uma recepção mais glamourosa foi marcada para 30 de julho em Chequers, a casa de campo dos primeiros-ministros britânicos a noroeste de Londres.

Ao renunciar à liderança do Partido Conservador nesta quinta-feira (7), Johnson disse que permanecerá como primeiro-ministro até a nomeação de um novo líder nos próximos meses, possivelmente em outubro.

Mas jornais como Daily Mirror e The Guardian, entre outros, garantiram que Johnson não quer perder o acesso a Chequers antes da festa, cujos convites já foram enviados.

Para seus críticos, Johnson tinha em mente a casa do século 16 quando em seu discurso de renúncia errou ao agradecer “à maravilhosa equipe de Chequers” em vez de se referir à residência principal, Downing Street.

“Conservadores decentes […] não aceitarão uma situação na qual ele busca permanecer como primeiro-ministro para benefício pessoal, e não pelo interesse nacional”, disse o prefeito de Londres, Sadiq Khan, à rádio LBC.

Em outro dos muitos escândalos que marcaram seu mandato, Johnson teve que pagar dezenas de milhares de libras pela reforma luxuosa de seu apartamento oficial em Downing Street. O casal agora começa a busca por uma nova casa, já que os dois imóveis que possui, um deles um pequeno apartamento em Londres, estariam alugados.

Related Posts