Home Economize Auxílio Brasil tem data para começar a ser pago em julho: Veja o calendário

Auxílio Brasil tem data para começar a ser pago em julho: Veja o calendário

by Logan Nelson
.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

O valor do Auxílio Brasil segue em R$ 400 e a expectativa é de que o novo valor passe a valer no próximo mês

.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Os pagamentos do Auxílio Brasil referentes ao mês de julho começam no dia 18. Os beneficiários podem ter acesso por meio da conta poupança social ou contas correntes regulares, de acordo com o número final do NIS (Número de Identificação Social).  Atualmente, segundo dados do Governo Federal, mais de 18 milhões de famílias são beneficiadas. 

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Auxílios, que prevê o aumento do principal programa social do governo federal para R$ 600 mensais, já foi aprovada pelo Senado Federal e aguarda decisão da Câmara dos Deputados. Enquanto a medida não for aprovada, o valor do auxílio é de R$ 400. 

A expectativa é de que o aumento passe a valer para o mês de agosto. 

O calendário dos pagamentos do mês de julho segue da mesma forma, nos últimos dez dias úteis do mês e conforme o último número do NIS. Veja.

Nº 1  Nº 2 Nº 3 Nº 4 Nº 5 Nº 6 Nº 7 Nº 8 Nº 9 Nº 0
18/07 19/07 20/07 23/07 24/07 25/07 26/07 27/07 30/07 31/07

Quem pode receber o Auxílio Brasil? 

O benefício é concedido em situação de extrema pobreza, em casos de renda familiar mensal per capita de até R$ 105. Famílias com renda mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210 também podem receber, desde que tenham gestantes ou menores de 21 anos entre seus integrantes. 

Sugestões para você

Como consultar o número do NIS? 

O NIS é composto por 11 dígitos. A sequência do NIS e do PIS (Programa de Integração Social) são as mesmas. 

O número pode ser consultado de forma física ou digital, por meio de diversos canais oficiais. Saiba de alguns:

  • Carteira de Trabalho;
  • Cartão Cidadão; 
  • Extrato do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço); 
  • Meu INSS (Instituto Nacional do Seguro Social);
  • CadÚnico – ferramenta que auxilia na coleta de dados para identificação de famílias de baixa renda para inclusão em programas sociais.

Mais informações sobre o benefício podem ser acessadas no aplicativo Caixa Tem e no aplicativo Auxílio Brasil, ou através do telefone 121, do Ministério da Cidadania. 

Novas propostas para o Auxílio Brasil

A PEC dos Auxílios que passará por votação na Câmara dos Deputados, traz, além da proposta do aumento de R$ 400 para R$ 600 do valor do Auxílio Brasil, a ampliação do programa para atender um maior número de famílias e zerar a fila de espera. 

De acordo com o relator do projeto, senador Fernando Bezerra (MDB-PE), R$ 26 bilhões da PEC serão destinados ao Auxílio Brasil. 

Para esvaziar a fila de espera, no entanto, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) afirma que seria necessário adicionar R$ 1 bilhão no valor da proposta. Os últimos dados divulgados pela Confederação apontam que cerca de 2,7 milhões de famílias aguardam o recebimento do auxílio. 

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças? 

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Related Posts