Home Economize Banco do Brasil devolverá dinheiro para idosa que caiu em golpe

Banco do Brasil devolverá dinheiro para idosa que caiu em golpe

by Logan Nelson
.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

O Banco do Brasil foi condenado e terá que devolver cerca de R$ 60 mil a idosa na cidade de Santos, que foi vítima de um golpe pelo telefone

.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O Banco do Brasil foi condenado e terá que devolver cerca de R$ 60 mil a idosa na cidade de Santos (SP), que foi vítima de um golpe de engenharia social pelo telefone. De acordo com a decisão da Vara Cível da cidade do litoral paulista, houve falha por parte das instituições em seus procedimentos de segurança ao permitir que várias transferências e operações fossem realizadas pelos golpistas. O que gerou também uma indenização de R$ 10 mil.

O caso

Em síntese, em 2021 uma professora aposentada de 78 anos recebeu uma ligação em nome do Banco do Brasil. O golpista afirmou ter constatado uma tentativa de acesso indevido à conta da idosa e a ajudou em supostos procedimentos de segurança e confirmação de dados pessoais. 

Além disso, a vítima foi induzida a ir até uma agência, onde foi atendida presencialmente por um suposto funcionário do Banco do Brasil para efetuar mais operações para suposta proteção.

Sugestões para você

Contudo, logo veio o susto. O cartão de crédito da professora aposentada não passou em uma farmácia e, quando acessou sua conta pelo aplicativo, notou vários pagamentos de boletos, transferências via Pix e até mesmo contratação de empréstimos em seu nome.

Decisão

O total perdido pela aposentada foi de R$ 60 mil. Porém, com a decisão, além do ressarcimento, também ficou determinado que o banco não pode exigir que a idosa pague dívidas ou compras feitas pelos criminosos durante o golpe.

Para Fabrício Posocco, advogado da correntista, o Banco do Brasil conhecia o perfil de consumo e movimentações da vítima, pois já era correntista há muito tempo. A ideia foi aceita pelo juiz Frederico dos Santos Messias, da 4ª Vara Cível de Santos (SP), que na decisão afirmou que o Banco do Brasil deveria ter identificado as transações duvidosas em nome da idosa, porém não fez nada para impedir os golpes.

Todavia, ainda cabe recurso sobre o caso e o Banco do Brasil pode recorrer ao Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Por meio de comunicado enviado ao Canaltech, a instituição financeira informou que apenas se manifestará sobre o assunto nos autos do processo. E destacou que espera pelo julgamento de sua apelação em instância superior.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: SERGIO V S RANGEL / Shutterstock.com

Related Posts