Home Geral China e Rússia atacam EUA por possível visita de Nancy Pelosi a Taiwan: ‘pagarão o preço’

China e Rússia atacam EUA por possível visita de Nancy Pelosi a Taiwan: ‘pagarão o preço’

by Logan Nelson

A China advertiu nesta terça-feira (2) que o governo dos Estados Unidos “pagará o preço” se a presidente da Câmara de Representantes americana, Nancy Pelosi, visitar Taiwan, em um momento de aumento da tensão entre Pequim e Washington.

“Estados Unidos carregarão a responsabilidade e pagarão o preço por minar a soberania e a segurança da China”, disse à imprensa a porta-voz do ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying.

A Rússia, por sua vez, acusou, também nesta terça, o governo dos EUA de “desestabilizar o mundo” e provocar tensões a respeito de Taiwan enviando Pelosi  à região.

“Washington desestabiliza o mundo. Nem um único conflito solucionado nas últimas décadas, mas muitos provocados”, afirmou no Telegram a porta-voz do ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova.

A declaração pretende rebater as acusações do governo dos Estados Unidos contra a Rússia de provocar uma desestabilização com a ofensiva militar na Ucrânia, e foi divulgada após as advertências da China contra uma visita de Pelosi a Taiwan, que Pequim considera parte de seu território.

Pelosi iniciou uma viagem por vários países asiáticos, que já a levou a Singapura e nesta terça-feira está na Malásia. O itinerário inclui escalas na Coreia do Sul e Japão, mas a perspectiva de uma visita a Taiwan ainda chama a atenção.

Isolada no cenário internacional desde o início da operação na Ucrânia e afetada economicamente pelas sanções ocidentais, a Rússia tenta uma aproximação da China.

Related Posts