Home Economize Como funciona o uso do cheque especial?

Como funciona o uso do cheque especial?

by Logan Nelson
.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Cheque especial é um crédito pré-aprovado com altas taxas de juros, entenda como funciona

.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Cheque especial é uma linha de crédito pré-aprovada oferecida pelos bancos, onde é disponibilizado aos clientes em suas próprias contas correntes, geralmente, de forma automática. Como em qualquer modalidade de empréstimo, haverá cobrança de juros ao usá-lo.

Como funciona? 

Se uma pessoa possui R$ 250 disponíveis na conta corrente e paga um boleto de R$ 300, por exemplo, será usado R$ 50 do valor disponível no cheque especial. Esse valor será devolvido com juros assim que entrar qualquer quantia de dinheiro na conta. 

Diferente das outras formas de empréstimo, para ter acesso ao cheque especial não é preciso solicitar crédito nem contrato contendo as taxas cobradas. Por ser automática, a contratação geralmente é feita sem planejamento. 

Cada cliente possui um limite determinado pelas instituições financeiras de acordo com informações como média da renda mensal movimentada na conta, e o histórico de pagamentos.

Sugestões para você

Por ser de fácil acesso, essa modalidade de crédito possui uma das maiores taxas de juros do mercado financeiro. 

Por que os juros são tão altos? 

Diferente do empréstimo pessoal, o banco oferece o cheque especial sem nenhuma garantia. Como o dinheiro fica disponível para ser usado quando o cliente precisar, as pessoas podem achar que é apenas uma extensão da conta corrente e decidem não pagar o que devem. 

Pelo risco do dinheiro não ser devolvido, os bancos cobram juros mais altos. Enquanto o empréstimo consignado tem uma média de 42,8% ao ano, no cheque especial os juros sobem para 327% ao ano, de acordo com um levantamento do Banco Central. 

Sendo assim, uma dívida de R$ 500 em um ano ficará no valor de R$ 2.408. Essa é a razão que o cheque especial só perde para o cartão de crédito quando se trata do empréstimo mais caro do mercado. 

Como cancelar o cheque especial? 

Para os clientes que preferem não ter a opção ativada, grande parte dos bancos autoriza o cancelamento do cheque especial pelo internet banking, aplicativo da instituição, na central de atendimento ao cliente (SAC) ou indo na agência pessoalmente. 

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Andrey_Popov / Shutterstock.com

Related Posts