Home Economize Crescimento da produção incentiva criação de vagas na indústria

Crescimento da produção incentiva criação de vagas na indústria

by Logan Nelson

Resumindo a Notícia

Os bons resultados da indústria brasileira nos últimos meses estão levando à criação de postos de trabalho, e a perspectiva é de aumento nas contratações na segunda metade deste ano. Mais de 630 mil trabalhadores devem ser beneficiados com empregos temporários até setembro, um crescimento de 12% no terceiro trimestre, na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo estimativa da Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário). 

No setor industrial, há oportunidades para pessoas de todas as idades e níveis de qualificação, em diferentes regiões do país. Só em plataformas de recrutamento e seleção online, são mais de 10 mil vagas anunciadas. Os profissionais mais procurados são gerentes de produção, entre os que têm nível superior, e mecânico ou eletromecânico industrial, entre os de nível técnico. 

O site Empregos.com.br, por exemplo, tem 3.086 vagas para a indústria, e no balanço do primeiro semestre houve um aumento de 39% na oferta de vagas, na comparação com o mesmo período de 2021. Os cargos para os quais há mais oportunidades são: auxiliar de produção, motorista de caminhão, ajudante geral, operador de máquinas, mecânico de manutenção e logístico.

Uma das vagas encontradas nessa página é a de operador de máquinas CNC I na Wheaton Brasil, que fabrica embalagens de vidro, em São Bernardo do Campo (SP). Também há 43 possibilidades de emprego na Balanças Toledo, que atua em tecnologia na área de pesagem, com sede nessa mesma cidade. Alguns dos postos de trabalho em aberto são para ajudante, técnico eletrônico, designer digital, assistente de projetos mecânicos e operador de empilhadeira, entre outros.   

No portal Vagas.com há mais de 200 vagas oferecidas somente para funções técnicas e operacionais. O profissional mais procurado é o mecânico ou eletromecânico industrial, com salários entre R$ 1.800 e R$ 3.500. 

Uma das empresas que buscam novos funcionários por meio do portal é a Coca-Cola Andina Brasil, a primeira fábrica de Coca-Cola do país, que está com 11 vagas abertas. Uma delas é a de mecânico(a) industrial, para atuar no Rio de Janeiro. A pessoa contratada será responsável por analisar as paradas dos equipamentos com a equipe de manutenção elétrica, deverá atuar nos processos de manutenção preventiva e corretiva das áreas, além de zelar pelas ferramentas e equipamentos utilizados, garantir o cumprimento dos padrões operacionais e requisitos SGI, abrir ordens de serviço no sistema SAP e elaborar diferentes tipos de relatório. Os candidatos devem ter curso técnico em mecânica e experiência. 

Das outras vagas na empresa, seis também são para o Rio de Janeiro: eletricista de manutenção industrial, repositor(a), auxiliar de laboratório, assistente administrativo — tesouraria, analista de trade marketing I e coordenador(a) de marketing. Uma vaga é para atuar em São Pedro da Aldeia (RJ), a de vendedor(a) externo com CNH A, e outra, em Nova Iguaçu, a de executivo(a) de contas. Outras duas são para trabalhar em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo: líder de execuçãoanalista de Departamento Pessoal Pleno

Mais opções de vagas

Em Cocal do Sul (SC), a Eliane Revestimentos Cerâmicos tem 10 vagas abertas para operador industrial II. Nessa função, os trabalhadores podem desempenhar as seguintes atividades: acompanhar o processo produtivo; operar máquinas; verificar as provas; classificar, embalar e etiquetar os produtos; abastecer a linha de produção; preencher relatórios; organizar o setor, visando garantir a qualidade dos produtos e a satisfação dos clientes. As vagas são para preparação de massa, retífica, expedição, polimento, esmaltação e classificação. A empresa pede ensino médio incompleto e disponibilidade de horário. 

No Paraná, a Klabin S.A., produtora de papéis e cartões para embalagens, tem 20 vagas abertas para mecânico de manutenção industrial. Os requisitos obrigatórios são formação técnica completa em mecânica e/ou eletromecânica e experiência em manutenção industrial. É desejável que os interessados tenham conhecimento em sistema SAP (modulo PM) e no Pacote Office (nível intermediário), CNH B e experiência com caldeiraria. A empresa também oferece duas oportunidades para mecânico I, em Jundiaí (SP), uma para técnica(o) em eletrônica, em Goiana (PE), e uma para executiva(o) de vendas pleno — embalagens, em Curitiba (PR).

No site da Catho, há 6.734 vagas de emprego na área industrial. Uma delas é para a vaga de gerente de produção/conversão tissue — papel e celulose, para atuar na Anin Indústria e Comércio de Papel Ltda., em Guarulhos (SP). Os requisitos são ensino superior em engenharia de produção, ser resiliente, ter espírito de liderança, saber trabalhar em grupo, ter disciplina e senso de hierarquia, organização. Também é desejável que o candidato tenha experiência na área industrial. A faixa salarial é entre R$ 9.001,00 e R$ 10 mil.

A BS Pneumática, que produz ferramentas pneumáticas para aplicações industriais, oferece, também pela Catho, uma oportunidade para programador e preparador de torno CNC, com salário entre R$ 3.001,00 e R$ 4.000, em São Paulo. Os candidatos devem ter conhecimento em programação e preparação de torno CNC (GL 240/GL 260). Em São Bernardo do Campo (SP), a Frigocenter, que oferece soluções em refrigeração para empresas, seleciona interessados em trabalhar como analista de PCP pleno, com remuneração que também fica entre R$ 3.001,00 e R$ 4.000. É preciso ter ensino superior completo, conhecimento em desenho técnico, habilidades em Excel (intermediário), perfil planejador e experiência na área, e é desejável que o candidato venha da indústria de máquinas e tenha algum conhecimento na área de refrigeração.

A demanda é grande e tende a crescer. Uma pesquisa do Observatório Nacional da Indústria, da CNI (Confederação Nacional da Indústria), divulgada em maio, mostra que, até 2025, será preciso qualificar cerca de 2 milhões de trabalhadores para atuar no setor industrial brasileiro, para ocupar novas vagas ou repor inativos. Além disso, há 7,6 milhões de pessoas que já trabalham na indústria e precisam de atualização.

A previsão é que 497 mil vagas sejam criadas na indústria nos próximos quatro anos, sendo 90 mil direcionadas a quem tem ensino superior. Outros 136 mil postos de trabalho vão exigir ensino técnico, 64 mil serão voltados às pessoas com curso de qualificação de mais de 200 horas e 208 mil vagas vão pedir qualificação de menos de 200 horas.

Em maio, a produção industrial teve variação de 0,3%, o quarto resultado positivo consecutivo, segundo a PIM (Pesquisa Industrial Mensal) divulgada nesta terça-feira (5) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em fevereiro, a alta foi de 0,7%; em março, de 0,6%; e em abril, de 0,2%, uma alta de 1,8% acumulada nesse período.

Related Posts