Home Economize Euro cai abaixo do dólar pela primeira vez em 20 anos

Euro cai abaixo do dólar pela primeira vez em 20 anos

by Logan Nelson
.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Na quarta-feira (13) o euro teve cotação histórica, sendo negociado por US$ 0,998

.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Na quarta-feira (13), pela primeira vez em quase 20 anos, o euro caiu abaixo da paridade em relação ao dólar, de acordo com a agência de notícias Reuters. A queda abaixo da paridade ocorreu após o anúncio de mais dados consolidados de inflação nos EUA.

O euro é pressionado pela possibilidade de o Banco Central dos EUA (Federal Reserve) elevar a taxa de juros. Além da crescente apreensão com o aumento dos riscos de recessão na zona do euro.

Dessa forma, o euro chegou a ser negociado a US$ 0,998, uma queda de 0,4% no dia, patamar mais baixo desde dezembro de 2002. De acordo com a Reuters, o euro perdeu mais de 10% neste ano em comparação ao dólar que está em alta.

Inflação

Em junho, a inflação ao consumidor nos Estados Unidos aumentou devido aos preços da gasolina e dos alimentos continuarem altos, o que gerou a maior taxa anual em 40 anos e consolidou as estimativas de que o Federal Reserve eleve os juros em 0,75% ponto percentual no final de julho.

Sugestões para você

Assim, nos 12 meses contados até junho, os preços ao consumidor cresceram 9,1%, de 8,6% em maio. Sendo o maior avanço desde novembro de 1981.

Em síntese, os preços ao consumidor estão sendo elevados devido a problemas nas cadeias de fornecimento globais e incentivos fiscais robustos do governo aplicados no início da pandemia da Covid-19.

Ademais, a guerra na Ucrânia ocasionou um pico nos preços globais de combustíveis e alimentos, o que agravou a situação.

Paridade

Na última terça-feira (12), pela primeira vez desde 2002, quando começou a circular, o euro alcançou a paridade com o dólar.

Em suma, a desvalorização do euro em relação ao dólar vem crescendo devido a preocupações com uma possível crise energética, que pode levar a Europa a uma recessão. Além disso, o dólar segue valorizado pelas previsões de que o Federal Reserve aumentará as taxas de juros mais rápido do que o esperado.

De acordo com especialistas, há vários fatores que indicam que a pressão sobre o euro vai continuar.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Giulio Benzi / Shutterstock.com

Related Posts