Home Geral Guerra na Ucrânia faz China repensar ‘quando e como’ invadir Taiwan, segundo CIA

Guerra na Ucrânia faz China repensar ‘quando e como’ invadir Taiwan, segundo CIA

by Logan Nelson

A China tira conclusões da guerra da Rússia na Ucrânia que a levam a se inclinar para o uso da força contra Taiwan, o que faz da invasão da ilha uma questão de tempo, estimou Bill Burns, chefe da CIA, nesta quarta-feira (20).

“Parece-nos que [a guerra na Ucrânia] não afeta realmente a questão de saber se os líderes chineses podem optar por usar a força contra Taiwan nos próximos anos, mas quando e como eles o farão”, disse o chefe da agência de inteligência americana durante um fórum de segurança em Aspen, nos Estados Unidos.

No entanto, Burns minimizou o risco de que o presidente chinês Xi Jinping tome medidas antes do fim do ano, apesar de alguns analistas acreditarem que ele poderá fazê-lo após uma importante reunião do Partido Comunista, no poder. “Esses riscos estão aumentando, parece-nos, quanto mais se avança nesta década”, analisou Burns.

Pequim provavelmente está “inquieta” ao ver a guerra na Ucrânia, analisou o chefe da agência, que chamou o conflito armado de “fracasso estratégico” para Vladimir Putin, que acreditava que poderia derrubar o governo ucraniano em uma semana.

Burns acredita que a China interpreta isso como prova “de que vitórias rápidas e decisivas não são alcançadas” sem forte uso de meios militares.

“Acho que a lição que a liderança e os militares chineses estão aprendendo é que é preciso construir uma força esmagadora” para vencer, disse Burns, enfatizando a importância de “controlar o espaço da informação” e se preparar para possíveis sanções econômicas.

O chefe da CIA também considerou, em linha com declarações anteriores de Washington, que a China, apesar de seu apoio verbal, não fornece apoio militar à Rússia em sua guerra na Ucrânia.

Os Estados Unidos estão preocupados com o aumento da pressão militar de Pequim nos últimos anos contra Taiwan, uma ilha democrática que a China considera parte de seu território e pretende um dia recuperar.

Related Posts