Home Geral Jeff Bezos critica Biden por culpar empresas pelo preço da gasolina

Jeff Bezos critica Biden por culpar empresas pelo preço da gasolina

by Logan Nelson

O bilionário dono da Amazon, Jeff Bezos, criticou o presidente dos EUA, Joe Biden, por pressionar as empresas de postos de combustíveis a reduzirem seus preços nas bombas de gasolina.

De acordo com Biden, a medida deve ser aplicada imediatamente, devido ao “tempo de guerra e perigo global”. Em uma publicação feita no Twitter, o presidente dos EUA propôs a redução do lucro dos donos de postos, como solução para a alta do preço da gasolina.

“Reduzam o preço que vocês estão cobrando nas bombas, para refletir o que vocês pagam pelo produto. E façam isso agora”, escreveu Biden, no sábado 2.

-Publicidade-

Em resposta, Jeff Bezos atacou a proposta de Biden: “A inflação é um problema muito importante para a Casa Branca continuar fazendo declarações como essa. Ou é um direcionamento errado direto ou um profundo desentendimento da dinâmica básica do mercado.”

O governo do presidente dos EUA reagiu às críticas de Bezos. “Os preços do petróleo caíram cerca de US$ 15 o barril no mês passado, mas os preços nas bombas mal caíram”, escreveu Karine Jean-Pierre, a secretária de Imprensa da Casa Branca. “Isso não é ‘dinâmica básica de mercado’. É um mercado que está falhando com o consumidor norte-americano.”

Em entrevista à Fox News, John Kirby, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, também discordou de Jeff Bezos. “O presidente está trabalhando muito duro em muitas frentes para tentar reduzir esse preço”, defendeu.

Recorde de preços

Pela primeira vez, 1 galão de gasolina comum agora custa US$ 5, em média, nos Estados Unidos. O levantamento é da Associação Automobilística Americana (AAA).

De acordo com a CNN, a média norte-americana estava em US$ 4,07 quando o atual movimento de subida dos preços começou, em 15 de abril. O patamar atual mostra o aumento de quase 25% no galão de gasolina.

Related Posts