Home Economize Não passou no Sisu? Ainda existe uma opção para conseguir estudar

Não passou no Sisu? Ainda existe uma opção para conseguir estudar

by Logan Nelson
.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Para quem não foi aprovado no Sisu ainda há chances de entrar na universidade. Saiba como funciona a lista de espera

.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O MEC divulgou na quarta-feira (6) o resultado do Sisu para o segundo semestre. Mais de 60,2 mil estudantes foram aprovados no processo seletivo. Para os aprovados na chamada regular, o prazo para efetuar a matrícula é de 13 a 18 julho. 

Dessa forma, 61,66% dos estudantes conseguiram aprovação na 1° opção de curso, e 38,34% para 2° opção.  

Entretanto, para aqueles que não foram aprovados na chamada regular, a lista de espera vai de 6 a 18 de julho. Para isso, é preciso manifestar interesse em um dos dois cursos em que se inscreveu. Vale lembrar que os aprovados não podem recorrer a lista de espera. 

Lista de espera do Sisu  

A lista de espera do Sisu é uma das possibilidades para quem não passou na chamada regular. Mas apesar de ser uma opção, poucos sabem como funciona a lista de espera. 

Sugestões para você

Dessa forma, quando o processo do Sisu acaba, os alunos que manifestaram interesse na lista devem ficar atentos às chamadas nos sites das universidades. Isso porque não existe um cronograma ou um número exato de chamadas para a lista de espera. 

Além disso, tudo depende do número de vagas oferecidas e quantos convocados se matricularam para concorrer a elas. Ou seja, conforme as pessoas vão desistindo das vagas, as universidades liberam mais chamadas.

Como a lista de espera do Sisu funciona?

A lista de espera depende das desistências dos candidatos convocados, ou seja, não há um número exato de vagas.

Entretanto, é possível fazer uma estimativa com base nas edições anteriores do processo, isso ajudará o candidato a dimensionar as reais chances de concorrer a vaga. Isso é possível porque apesar das pequenas variações, os cursos normalmente mantêm as notas de corte e relação candidato-vaga dentro de uma média. 

Algumas das universidades brasileiras, como a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) já disponibilizam os resultados das edições anteriores das provas. 

Assim, os candidatos podem checar quantas chamadas tiveram as universidades de interesse e ter acesso às notas dos últimos convocados para as vagas. 

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças

Imagem: fizkes / Shutterstock.com

Related Posts