Home Economize Netflix lança novidade e gera caos entre assinantes brasileiros

Netflix lança novidade e gera caos entre assinantes brasileiros

by Logan Nelson
.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Na semana passada a Netflix divulgou a notícia que começará a cobrar pelo compartilhamento de senhas entre casas e dispositivos diferentes.

.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Recentemente a Netflix divulgou uma novidade que preocupou os assinantes brasileiros. A gigante do streaming começará a cobrar pelo compartilhamento de senhas entre casas e dispositivos diferentes. Entenda melhor a proposta.

Cobrança por compartilhamento de senha

Segundo a Netflix por meio de um comunicado recente, haverá uma cobrança adicional para as pessoas que compartilham senha na mesma conta. A novidade vai incluir cinco países da América Latina e o rastreamento é feito pelas residências que têm acesso a conta. 

Os testes já foram feitos na República Dominicana, Honduras, Argentina, El Salvador e Guatemala. Assinantes que tiveram acesso em mais de uma residência devem pagar entre US$ 1,70 e US$ 2,99 (R$ 9 e R$ 16) a mais, dependendo do país.

No caso de pessoas que acessam a Netflix quando estão viajando por meio de celulares, tablets e notebooks, não terá cobrança adicional. 

Sugestões para você

“Estamos explorando com cuidado diferentes maneiras para que as pessoas que querem compartilhar suas contas paguem um pouco mais”, informou a Netflix. 

O Brasil será atingido? 

A Netflix ainda não comunicou nada sobre a cobrança adicional para usuários brasileiros que compartilham senha em mais de uma residência. Então, o Brasil está seguindo as regras atuais da empresa. 

As novas regras de compartilhamento de senhas já estão valendo no Chile, Peru e Costa Rica. Como a América Latina possui a menor receita por usuário da Netflix, os testes estão acontecendo justamente para a empresa não perder nos maiores mercados da região, por isso eles não estão sendo feitos no Brasil. 

Vale lembrar que, de acordo com os dados da Similarweb, a Netflix já perdeu 25% de seu mercado comparado às outras plataformas de streaming, apenas no primeiro trimestre. Até junho ela perdeu 1,3 milhão de assinantes.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Siga-nos no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Tama2u / shutterstock.com

Related Posts