Home Economize Número de investidores no Tesouro Direto bate o recorde em junho

Número de investidores no Tesouro Direto bate o recorde em junho

by Logan Nelson
.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

O número de investidores ativos no Tesouro Direto teve um crescimento entre maio e junho, chegando a 2 milhões

.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Na última terça-feira (26), a Secretaria do Tesouro Nacional informou que o número de investidores ativos no Tesouro Direto teve um crescimento entre os meses de maio e junho, chegando a 2 milhões, o que gerou um novo recorde.

Em maio os investidores com saldo em aplicações era de 1,97 milhão. E, em junho, pelo menos 34,5 mil pessoas fizeram aplicações, ultrapassando 2 milhões de investidores.

O Tesouro Direto possibilita que pessoas físicas comprem e vendam títulos públicos através da internet.

Juro básico x aplicações no Tesouro Direto

Houve um aumento da demanda por títulos públicos nos últimos anos, devido a alta dos juros básicos da economia para conter a inflação.

Em síntese, quanto maior o juro básico da economia, maior o valor recebido pelas aplicações no Tesouro Direto. 

Sugestões para você

Depois de 11 altas consecutivas, atualmente a Selic está em 13,25% ao ano, o maior índice em mais de cinco anos. E o mercado prevê uma nova alta no início de agosto.

Emissão e resgate

De acordo com o Tesouro Nacional, em junho as vendas de títulos públicos através do Tesouro Direto totalizaram um montante no valor de R$ 3,67 bilhões.

Simultaneamente, o resgate (retirada do mercado) no mês passado foi de R$ 2,13 bilhões. Portanto, a emissão líquida, isto é, a diferença entre o montante emitido e resgatado foi de R$ 1,53 bilhão em junho.

Ademais, o montante de títulos públicos com pessoas físicas, somou R$ 94 bilhões em junho, o que representa uma alta de 2,6% em relação a maio, quando totalizou R$ 91,69 bilhões.

“Os títulos remunerados por índices de preços se mantêm como os mais representativos do estoque somando R$ 50,83 bilhões, ou 54,04% do total. Na sequência, vêm os títulos indexados à taxa Selic, totalizando R$ 28,42 bilhões (30,22%), e os títulos prefixados, que somaram R$ 14,81 bilhões, com 15,74% do total”, comunicou o Tesouro Nacional.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Siga-nos no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com

Related Posts