Home Economize PicPay segue Nubank e fará mudanças na conta digital

PicPay segue Nubank e fará mudanças na conta digital

by Logan Nelson
.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Após o Nubank, agora o PicPay também fez mudanças nas suas regras da conta rendeira. Confira o que mudou na conta rendeira.

.fb-comments,.fb-comments span,.fb-comments span iframe[style]{min-width:100%!important;width:100%!important}

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Após o Nubank, agora o PicPay também fez alterações nas suas regras da conta rendeira. Atualmente, a conta do PicPay vai seguir pagando 102% do CDI diariamente. Entretanto, apenas os saldos de até R$ 100 mil eram remunerados a 102% do CDI. Acima desse valor, a remuneração era de 100% do CDI.

Porém, agora isso vai mudar. É dito isso, pois o PicPay vai migrar os recursos dos clientes, atualmente alocados em títulos públicos, para CDB de emissão do PicPay Bank. E assim, independente do valor que a pessoa tiver em conta, ele vai render 102% do CDI.

Confira as mudanças na conta digital do PicPay

O PicPay vai dar aos clientes, a chance de manter o saldo alocado em títulos públicos. Entretanto, sem o direito as rentabilidades. Essa alteração, na prática, tira toda a vantagem dessa alternativa quando comparada a outras contas de pagamento no mercado, que pagam 100% do CDI.

Sendo assim, a mudança que o PicPay anunciou, obriga o investidor a migrar aos CDBs. Além disso, a remuneração gerada pelos títulos públicos nos quais o PicPay aloca os recursos dos usuários que porventura escolham se manter na opção, vai ficar para o próprio PicPay.

Sugestões para você

O principal ponto negativo, é que, ao migrar para os CDBs, haverá a cobrança obrigatória de IOF sobre os rendimentos de aplicações com menos de 30 dias, além do imposto de renda já cobrado atualmente. Anteriormente, não havia a cobrança de IOF sobre o retorno da conta rendeira, apenas do IR.

Há pouco tempo, o Nubank também anunciou uma alteração que trouxe desvantagens para a sua conta, que rende 100% do CDI, independentemente do valor aplicado: o saldo só vai render se ficar acima de 30 dias na conta. A partir disso, o cliente passa a receber 100% do CDI.

Desde 2019, o Nubank fez um movimento similar ao do PicPay, ao migrar os recursos da conta dos títulos públicos para Recibos de Depósitos Bancários (RDBs) de sua própria emissão. Os RDBs são similares aos CDBs e também estão cobertos pelo FGC.

Entretanto, o Nubank mantém a possibilidade de escolher em investir em títulos públicos, também com a rentabilidade de 100% do CDI, o que é uma opção muito melhor do que a que o PicPay está dando aos seus clientes agora.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças? 

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Related Posts