Home Geral Risco de falta de fertilizantes no Brasil é cada vez menor

Risco de falta de fertilizantes no Brasil é cada vez menor

by Logan Nelson

O risco de escassez de fertilizantes para o Brasil está cada vez menor. A conclusão é do Rabobank, banco de investimentos holandês.

De acordo com um relatório da instituição financeira, no início de 2022, muitas incertezas e preocupações tomaram conta do planejamento para a próxima safra de grãos, especialmente em relação à disponibilidade e ao custo dos adubos. Porém, o volume importado do insumo entre janeiro e maio de 2022 superou a marca registrada em igual período de 2021. Foram pouco mais de 15 milhões de toneladas nos primeiros cinco meses deste ano, contra quase 13 milhões em igual intervalo no anterior.

-Publicidade-

O Rabobank, entretanto, ressalta que as importações ocorreram a preços elevados. Em razão da elevação, o banco estima um aumento entre 50% e 75% nos custos de produção, segundo o Canal Rural.

Informações do Ministério da Economia revelam o aumento médio nos valores praticados na importação de fertilizantes para o Brasil. Conforme os dados da pasta, nos primeiros cinco meses de 2022, cada tonelada do insumo saiu por cerca de US$ 630. A quantia é 2,4 vezes maior que os US$ 260 registrados um ano antes.

Dependência de fertilizantes importados

O Brasil importa cerca de 85% dos fertilizantes que utiliza. A Rússia é um dos grandes fornecedores, respondendo a quase um quarto do mercado global. Em razão da sanções causadas pela invasão russa à Ucrânia, havia o temor da diminuição da disponibilidade do insumo. Porém, comparando o acumulado do cinco primeiros meses de 2022 e 2021, a oferta dos russos no mercado brasileiro cresceu 6%.

Related Posts