Home Geral Rússia multa Google por não excluir vídeos ‘ilegais’ sobre guerra na Ucrânia

Rússia multa Google por não excluir vídeos ‘ilegais’ sobre guerra na Ucrânia

by Logan Nelson

Um tribunal de Moscou, Rússia, multou o Google, nesta segunda-feira, 18, por não remover conteúdos considerados ilegais sobre a guerra na Ucrânia, que se iniciou em 24 de fevereiro.

De acordo com a Roskomnadzor, órgão regulador de telecomunicações na Rússia, o valor da multa corresponde a 21 milhões de rublos (quase R$ 2 bilhões), montante baseado na receita anual que o Google arrecada apenas no país.

A agência afirmou que a plataforma de compartilhamento de vídeos YouTube não bloqueou “informações falsas” sobre a guerra nem conteúdos que “propagam o extremismo e o terrorismo” ou que “convidam menores a participarem de manifestações não autorizadas”.

-Publicidade-

Segundo Vladimir Zykov, especialista russo no setor de tecnologia, a multa estabelecida pelo tribunal de Moscou foi a mais alta já aplicada a uma empresa de mecanismos de pesquisa, como o Google. Em entrevista à agência de notícias Ria-Novosti, Zykov afirmou que as autoridades do país podem impor ao Google “quantas multas quiserem, não receberão nenhum dinheiro”.

Conteúdo “proibido”

Esta não é a primeira vez que o tribunal de Moscou multa o Google. Em janeiro, as autoridades russas alegaram que a penalidade era necessária, já que a empresa optava por manter em suas páginas postagens que incitam ódio religioso e promovem pontos de vista de organizações terroristas.

A companhia fundada por Larry Page e Sergey Brin deveria pagar US$ 100 milhões, o equivalente a R$ 562 milhões, enquanto a empresa de Mark Zuckerberg precisará desembolsar US$ 27 milhões (R$ 151 milhões).

Related Posts