Home Geral Telescópio James Webb revela imagens inéditas de galáxia ‘Roda de Carro’

Telescópio James Webb revela imagens inéditas de galáxia ‘Roda de Carro’

by Logan Nelson

A Nasa, agência espacial dos EUA, divulgou novas fotografias capturadas pelo supertelescópio espacial James Webb. Desta vez, as imagens mostram uma galáxia a cerca de 500 milhões de anos-luz de distância da Terra.

A galáxia é conhecida pelo apelido de “Roda de carro” por causa de sua aparência semelhante ao objeto. Segundo a Nasa, o formato é resultado de uma colisão em alta velocidade com outra galáxia menor, que aconteceu há mais de 400 milhões de anos.

“Agora, esse sistema é composto por 2 anéis — um anel interno brilhante e um anel colorido circundante. Ambos se expandem para fora do centro como ondulações de um lago”, informou a agência espacial, em um comunicado divulgado para a imprensa na terça-feira 3.

-Publicidade-
Galáxia "Roda de carro"
Galáxia “Roda de carro” | Foto: Divulgação/ Nasa

A Nasa aproveitou os registros para explicar o fenômeno que, segundo a agência, causam “uma cascata de eventos diferentes e menores entre as galáxias envolvidas”. Antes da colisão com outra galáxia, a “Roda de Carro” tinha provavelmente um formato espiral similar ao da Via-Láctea.

“Enquanto o telescópio James Webb nos dá um registro do estado atual da ‘Roda de carro’, ele também nos fornece informações sobre o que aconteceu com esta galáxia no passado e como ela evoluirá no futuro”, explicou a agência.

O telescópio espacial James Webb localiza-se a 1,5 milhão de quilômetros da Terra, sendo fruto de uma parceria entre a Nasa e a Agência Espacial Europeia. As imagens obtidas permitem que os cientistas observem a formação das primeiras galáxias e estrelas do universo, além de possibilitar o estudo da evolução das galáxias e o processo de formação dos planetas.

Outros registros

Em julho, a Nasa divulgou fotografias capturadas pelo telescópio. O equipamento registrou corpos celestes em alta resolução. A primeira imagem divulgada foi a da galáxia SMACS 0723, há mais de 1,5 bilhão de anos-luz da Terra.

“Trata-se de uma pequena porção do universo”, observou Bill Nelson, administrador da Nasa, ao exibir o registro inédito ao presidente dos EUA, Joe Biden, e vice-presidente Kamala Harris. “São galáxias que brilham ao redor de outras.”

Entre outras descobertas, Nelson destacou que o James Webb conseguiu fotografar corpos celestes de 13 bilhões de anos atrás, período em que teria acontecido o Big Bang.

Related Posts