Home Geral ‘Vampiro’ de abelhas australianas se propaga, apesar da destruição em massa das colmeias

‘Vampiro’ de abelhas australianas se propaga, apesar da destruição em massa das colmeias

by Logan Nelson

Resumindo a Notícia

Mais de 6 milhões de abelhas foram sacrificadas na costa leste da Austrália nesta semana, informou uma autoridade nesta quarta-feira (29), em uma tentativa de eliminar um parasita devastador que continua se propagando apesar de um bloqueio das colmeias.

Desde que o ácaro Varroa destructor foi detectado, 600 colmeias foram destruídas. Cada uma delas continha entre 10 mil e 30 mil abelhas, informou o ministro da Agricultura de Nova Gales do Sul, Dugald Saunders.

“São muitas abelhas”, disse, afirmando que é provável que o número cresça.

O ecologista de abelhas Jay Iwasaki, da Universidade de Adelaide, descreveu os pequenos ácaros varroa marrom avermelhados como “pequenos vampiros” que se alimentam dos insetos.

Eles também podem espalhar “alguns vírus muito graves” por meio de colônias de abelhas que não são nativas da Austrália mas são vitais para a indústria agrícola do país, disse.

A Austrália é o único país produtor de mel onde o ácaro não é endêmico, o que provocou uma imobilização das colmeias depois que ele foi detectado na fronteira do país no início desta semana.

As colmeias em um raio de 10 quilômetros de quatro áreas onde os ácaros varroa foram encontrados devem ser destruídas, enquanto os cuidadores em outras partes de Nova Gales do Sul não poderão mover colmeias, abelhas, mel nem favos até novo aviso.

O departamento estadual de Indústrias Primárias disse que as medidas visam “garantir a erradicação do parasita”.

Related Posts